Tema Tema

Inauguração da EB1 em 2008
Inauguração da EB1 em 2008

2014.07.01

No dia 13 de setembro 2008 foi inaugurada a Escola Básica do 1.º Ciclo de Alfândega da Fé pelo Presidente da República, Professor Aníbal Cavaco Silva.

Segundo as palavras proferidas pelo Presidente da República, “a transferência de competências na área da Educação é uma forma eficiente de combater o abandono e o insucesso escolar e o desvio de alguns jovens para a droga e delinquência”. O mesmo, aquando a inauguração do Centro Escolar, referiu que “este espaço acolhe todas as crianças do primeiro ciclo”, sendo pioneiro na reorganização da rede escolar.

O município do distrito de Bragança foi apontado, pelo Presidente, como um exemplo a seguir. O Chefe de Estado defendeu “a assunção por parte das autarquias de mais competências nesta área” por entender que, por uma questão de proximidade, “são os autarcas que melhor conhecem os problemas e que maiores capacidades têm de mobilizar localmente”, daí o seu apelo aos autarcas portugueses e ao Ministério da Educação para que “realizem um diálogo tão frutuoso quanto possível”.

O Presidente da República entendeu que este processo deveria avançar “para o bem da qualidade da Educação em Portugal e das crianças e dos jovens”. Fez questão de se associar à inauguração do Centro Escolar de Alfândega da Fé, para manifestar “solidariedade e apoio ao esforço que tem sido desenvolvido pelo poder autárquico, nesta e noutras áreas, numa terra em que a diminuição da população constitui o maior entrave ao desenvolvimento local”.

Segundo o Presidente da Câmara da altura (2008), Dr. João Carlos Figueiredo, “o município iniciou há seis anos o processo de encerramento das escolas, encontrando-se todas desativadas nas 20 freguesias do concelho”. As crianças foram concentradas num centro escolar na sede de concelho, que tem novas instalações desde Janeiro, mas que só no presente dia foram oficialmente inauguradas pelo Presidente da República.

O edifício custou cerca de 1,5 milhões de euros e reúne todas as condições para acolher todas as crianças do 1º ciclo do concelho.